De todas as palavras que eu disse, nenhuma me surpreendeu tanto.
continua
em destaque
Eduardo Lourenço

Na sua análise de Portugal como Destino, Eduardo Lourenço afirma que Garrett e Herculano refundaram a pátria porque, «pela primeira vez e de uma maneira mais radical do que acontecera nas raras mas fortes crises que pontuaram a nossa história de nação independente. continua
Valter Hugo Mãe

caríssimo professor eduardo lourenço,
estou por duas semanas no japão, onde me chegaram as notícias da sua conversa com o manuel alberto valente, um amigo comum. alegra-me muito saber que mantém a intenção de escrever o breve prefácio para a nova edição de “a desumanização”, continua
Paulo Quintela

Meu caro Faria:
Bem haja Você pela sua carta que hoje recebi e pela primeira resma de livros que há dias chegou e que trazia:
3 volumes de “Mana” (Egipto, Babilónia e Assíria, Religiões pré-helénicas), F. Mossé, Manuel de l'Anglais du Moyen Âge
continua