De todas as palavras que eu disse, nenhuma me surpreendeu tanto.
continua
em destaque
Eduardo Lourenço

Na sua análise de Portugal como Destino, Eduardo Lourenço afirma que Garrett e Herculano refundaram a pátria porque, «pela primeira vez e de uma maneira mais radical do que acontecera nas raras mas fortes crises que pontuaram a nossa história de nação independente. continua
Gastão Cruz

Meu caro Eduardo Lourenço
Tenho tentado telefonar-lhe, mas nunca obtive resposta, o que é natural, porque deve aproveitar para apanhar o sol algarvio.
Envio-lhe o texto da Maria Alzira, que me pediu, e também o editorial, o meu texto e uma nota biográfica.
continua
António Ramos Rosa

Meu caro Eduardo Lourenço:
Só hoje, aliás, ontem, dia 20 recebi aqui, em Lisboa, o seu cartão que me enviou para Faro. Eu moro em Lisboa (Rua das Picoas, 4- 4.º Esq.) há cerca de ano e meio. Para completar a nota biográfica: casei-me.
continua